A lua é
um mar cego de delírio
carta aos deuses
criados pelos homens
inóspito deserto
imenso oceano
ilha de paz.

A lua é a face amada
que se pode ver
mas nunca tocar.

Por isso
em noites de lua cheia
os velhos espíritos dos marujos
navegam em navios fantasmas
rumo à prata
refletida nas águas
do alto mar
mas sem você
meu doce veleiro
só posso sonhar.

A Lua

Comentários

Mensagens no seu e-mail

Trilha Sonora

Mensagens Relevantes