Feche os olhos, a tempestade já passou
Me dê sua mão e vamos correr no dia que nasce
Não se arrependa, não há nada para se arrepender
Seu crime... Seu crime foi tentar viver...
Sim, tentar, pois no fundo, todos nós tentamos
Todos nós buscamos o que não sabemos
Se vamos realmente encontrar ou não
Mas sabemos, que precisamos continuar
Mesmo sem saber, se iremos alcançar ou não
Seria perfeito se o mundo fosse inteiro de sims
Mas, qual seria o valor das batalhas?
Sim, sei que não existiriam guerras
E qual seria o valor de nosso esforços então?
Qual seria o prazer de ver chegar, quem ficamos a esperar?
Qual seria a gratificação de errar e mesmo assim
Continuar e continuar a tentar...
Os dias escuros já passaram, finalmente a tempestade dissipou
As ruas ainda estão molhadas, mas o pior passou
Venha, vamos seguir adiante para ver o que podemos encontrar
Vai saber o que a enxurrada deixou de carregar...
Agora, basta ser feliz e não deixar de acreditar
Que calamidades acontecem para um novo dia raiar
E jamais condene sua existência à maldição de sua boca
Pois não sabemos quais caminhos se abrirão...
E jamais se arrependa de ao menos ter tentado
É muito melhor errar por ter acreditado
Do que sempre acertar por não ter coragem de arriscar
Sem saber, qual o verdadeiro caminho a trilhar...

Agora basta ser feliz

Comentários

Mensagens no seu e-mail

Trilha Sonora

Mensagens Relevantes