Deixe-me,
ser o orvalho que desliza
em tua face fazendo de ti
a rosa flor deste estreito gostar,
que se chega murmurando,
saciando tua sede,
descobrindo teu mistério!

Deixe-me,
ser a chama do teu seio maduro,
e nele ancorar minha poesia
incontida, marejada nas praias
do pacifico sul, lá onde a onda
é verde e o céu, azul a brilhar!

Deixe-me,
ser teu pecado mais que insano,
deste gemido formoso, que afaga
meus sentidos, cala minhas dores,
buscando em teus lábios,
as águas do sempre desejo,
de te ter no abraço guardado!

Deixe-me,
ser teu sorriso seduzido ao luar
quando menina, quando amante,
quando mulher, ascendendo
em cada movimento um osculo
mais que pecaminoso, um osculo
decantado nas lagoas do amor!

Deixe-me amor

Comentários

Mensagens Relevantes