Mais um dia perco o sono, tentando descobrir o que é essa força imensa que me leva até você, e eu não consigo parar, e como eu desejo parar. Como eu desejo dizer: não! Mais acredite ignora-lo dói mais em mim do que em você, mais é preciso. Mais uma vez, mais um dia eu fico esperando uma ligação sua, e eu aqui sem noticias, respostas, chorando e acabo acordando no outro dia te amando da mesma forma, talvez até mais. Eu queria tanto poder dizer que estou com você, que me sinto amada, que me sinto protegida, mais a verdade, é que nada disso faz parte da minha vida, a verdade é que eu não posso te ligar e dizer que senti sua falta, a verdade é que eu não me sinto segura sabendo que teu coração pode está batendo por outra pessoa. A verdade é que talvez eu esteja deixando de viver por sua causa. Eu olho pela janela e a chuva escorre pela minha janela, passando aquelas pequenas gotas de água, que me faz lembrar que eu não posso ser o teu cobertor, que me faz lembrar que eu não posso te aquecer mais que me faz lembrar que eu te amo como nunca ninguém vai te amar. Posso até ser fria algumas vezes, não demonstrar, talvez sendo possível até ignorar, mais não faço isso porque quero, mais porque eu sinto como se nunca fosse ''nos'' mais sempre ''eu'' e ''você'' e isso dói machuca muito às vezes, e mais... faz pensar em desistir, mais e se eu disser que não vou desistir, mesmo você querendo, ou você estando com quem estiver você acredita? Devia acreditar, pois eu costumo cumprir o que eu digo!

E talvez, apenas talvez isso aconteça

Comentários

Mensagens Relevantes