Fracassei em deixar com que as constantes lutas
Separasse-nos de nosso amor.
Lutei contra as tempestades,
Ventos destruidores, mensageiros da morte.
Que tentavam apagar nossa paixão,
Contra os raios que insistiram em partir nossos corações.
Lutei contra terremotos.
A terra que tentava nos engolir e, sufocar nosso amor.
Contra a seca que nos proibiu teus frutos,
Para o sustento e a alimentação de nossas carnes.
Lutei contra o oceano,
A água que nos proibiu de saciarmos a sede de nossas almas.
Contra as correntezas.
Que nos impediu de provar da fonte da vida.
Lutei por fim contra o tempo,
As suas horas que nos testava a força e a paciência.
Permaneci forte e seguro em teus braços.
Mas foi inevitável lutar contra a única coisa
Que não poderia ser vencido.
Nosso amor perdeu a guerra.
Contra o cansaço de nossas idades.
Mas que q verdade permaneça no tempo
E não deixe que sejamos esquecidos e nem apagados por ele.

Entre o Amor e a Guerra

Comentários

Mensagens Relevantes