Querido,

Mas, sei lá, de repente me deu vontade de falar contigo. Apenas de falar, nem mesmo de ouvir esta sua voz rouca e contaminada por este absurdo excesso de cigarros. Verdade; neste momento eu só queria o teu ouvido à minha disposição, à disposição de tudo aquilo de bom que eu tenho para te dizer.
Sei lá, queria mesmo poder te dizer algo de novo, te dizer que algo de novo é possível e que sempre pode haver espaços para alguma esperança, principalmente quando reservamos na alma certos espaços para a voz e para a pele alheia, especialmente quando elas se apresentam tão doces quanto esta que lhe fala agora, e que também se arrepia ao pensar na tua emocionada reação. Eu sei o quanto você gosta de mim!


Beijos!

Eu te amo até pelo telefone!

Comentários

Mensagens Relevantes