Sinto muito, eu tentei voltar aquele tempo
Mas, fiquei preso no presente momento
Em que os sonhos se tornaram quebradiços
Ainda consigo sentir suas palavras
Enforcando meu coração sem forças
E já que o mundo aos meus olhos e tão diferente
Acho que prefiro vive-lo de minha maneira
Um dia após o outro, até chegar à derradeira
Manhã onde todas as respostas serão sanadas
Eu tentei de todas as formas procurar a felicidade
Tentei de todas as maneiras transformar sonhos em realidade
Mas, talvez eu tenha nascido para simplesmente
Inventar histórias a respeito de alguns sonhos
E tudo poderia ter sido tão diferente... Tudo...
E eu tentei, de todas as maneiras clarear o dia
Fiz de minhas tripas corações repletos de amor
E acabei engolindo o amargo de minha decepção
Agora o dia claro se torna um martírio
Pois tudo que queria era o vazio transitório
Para outra região, onde meus pensamentos parassem
Onde meus erros ficassem, congelados em sua razão
E que eu voltasse para tentar uma nova saída
E quem sabe, uma nova imensidão
Meu amor, sinto muito, há coisas que o tempo
Não consegue apagar, acredite, eu tentei
Mas agora sinto gravado em minha mente
Marcado em ferro a brasa em meu coração
Eu acreditei mais uma vez em um sonho
E quando despertei, mais uma vez
Percebi que tudo era apenas uma outra ilusão.

Há coisas que o tempo não desfaz

Comentários

Mensagens Relevantes