Na noite inquieta do meu coração eu só te contemplo
E todas as demais coisas ao meu redor se tornam sem valor,
Encontro neste jeito de amar um grande e bom exemplo;
De como é viver apaixonado e feliz por um grande amor.

Acabo entendendo a sinfonia triste das melodias
Que os menestréis entoam para tentar encontrar a razão,
Porque no meio de tantas tristezas e alegrias;
As pessoas acabam entregando primeiro o seu coração.

Acabo lembrando o doce fascínio dos seus olhos cor-de-mel à me fitar
Desabrochando nos lábios um (poderoso) simples sorriso,
Enquanto me abraçava com os seus pés quase à levitar;
Me contando em parte como seria fazer parte de seu paraíso.

Acabo lembrando a ternura e a quentura do seu abraço
Me envolvendo sem demora, com muito charme me pedindo pra ficar,
Preso eternamente em seu invisível laço;
Dizendo sem rodeios : o que eu quero agora é te cativar...

Acabo rememorando em meus lábios o doce sabor de seu beijo
Que me capturou e me aprisionou voluntariamente dentro do seu peito,
Fazendo-me cada vez mais cativo do (nosso) teu imenso desejo;
Onde procuramos muito nos desejar - até com certo respeito - ...

Acabo lembrando da nossa caminhada de mãos dadas
Numa hipotética sem fim avenida à beira - mar,
Por mim (nós) teríamos ficado juntos numa inteira madrugada;
Querendo um mundo de coisas maravilhosas compartilhar.

Acabo me lembrando da sua sutil beleza
Me encantando com sua presença simples porém marcante,
Que foi colocada no trono do meu coração com tua suave realeza;
E penso que somente te amar pra mim talvez não seja o bastante.

São muitas as lembranças lindas que como poeta quero registrar
As noites que se transformam em dias revelam meus sentimentos,
Faço questão que ao ler isto tu comeces a recordar;
O quanto foram (são) importantes todos os nossos momentos.

Se conseguirmos tirar do nosso caminho esta persistente saudade
Lutaremos para que a busca da felicidade não acabe em desilusão,
Podemos e vamos transformar nossas palavras em realidade;
No palco iluminado do nosso coração.

Vou esperar pacientemente as estações do ano passar pelas nossas vidas
Lembranças que hoje vem e vão, buscando a chance de contigo ser mais que feliz,
De dia ou de noite, com presença ou ausência, com ou sem partidas;
Na certeza de que musa e poeta juntos é o que a vida sempre desejou e quis....

Lembranças de uma noite inquieta

Comentários

Mensagens Relevantes