A vida se torna vazia quando a gente joga fora aquilo que tinha e nunca percebeu que tinha, ou que nunca teve e nunca percebeu.
Sou assim, to fugindo de mim agora. Eu lutei, talvez de modo errado, mas lutei. Não tenho vergonha de dizer que lutei, eu lutei; não tenho vergonha daquilo que fui, do que senti, nem das vezes em que sem saber bem o que fazer eu tentei. Por amor, por julgar que havia esperança.
Havia? Ou foi apenas um eu querer que houvesse?
Hoje se eu disser que não sofro, estarei mentindo. Mas não há uma luz, um sinal, que devolva
aquele fio de esperança, e eu sigo, fugindo de mim, fugindo de você, muitas vezes fingindo algo que não sinto, pra não ter que admitir que é impossível esquecer.
Não sou perfeita, ninguém o é, apenas amo.
Nunca entendi porque era tão difícil me aceitar como sou. Hoje entendo, porque quem ama, nunca desiste.
Quem desiste é porque não tem motivos pra lutar.
Eu não desisti, eu não desistiria nunca, se ao menos um dia eu soubesse ainda haver pelo que lutar.
E a vida segue vazia, e sem lutas.

Lutei

Comentários

Mensagens Relevantes