Me diga o que sente, pois não acho que algo sinta
Talvez não tenha percebido, mas já me disse, de outras formas
E eu não posso ficar enlouquecendo e você vivendo
Estou precisando me libertar de meus pensamentos...
Deste sentimento que já não sei como chamar
Mas estou cansado, estou cansado de apenas um mostrar,
A importância de seu par... De querer abraçar... Amar...
Simplesmente tentar...
É o que todos fazem neste mundo, tentam seu caminho encontrar
Alguém para junto caminhar chamando-o de par
Com alguns momentos de felicidades, com alguns brigar
Mas, lado a lado, em comum em acreditar
Em algo para um novo amanhã planejar
Mas, como a um novo amanhã chegar
Se não temos mais como acreditar?
Me diga o que sente, pois suas atitudes mostram
Que estou apenas ocupando um lugar
Que poderia ser melhor ocupado
Talvez seus sonhos não estejam mais ao meu lado
Essas coisas acontecem, paciência
Mas você não pode me manter por perto
Sem ao menos dar aquilo que preciso
Um pouco de seu amor, de seu carinho e de sua atenção
Acho que você esquece, que tenho coração
E que você acendeu a chama de minha paixão
E agora, que alguns dias se passaram
Tudo que tenho são memórias e fragmentos
Dos momentos que você pareceu querer
Tudo que tinha a lhe oferecer
E depois que você pode ver tudo que tinha
Simplesmente, de uma hora para outra
Se transformou
E agora, o que eu devo fazer?
Sendo que não sei o que seus lábios quer dizer
Que não sei se o seu corpo vem a me querer
Se às vezes parece que, eu estar ou não
Já não é tão normal quanto alguma ficção.
Então, diga o que sente
Se ainda quiser que eu me sente ao seu lado
Se ainda desejar que encontremos o que se perdeu
Diga-me o que sente
Pois a julgar pela forma que tudo anda
Acho melhor seguirmos adiante
Caminhando distantes, para onde o coração mandar.

Me diga o que sente

Comentários

Mensagens Relevantes