A menina-dos-olhos das crianças
E de todos aqueles que têm a alma límpida
para deixar-se invadir.
Tempo de "pensar com o coração",
De deixar que ele fale mais alto.
Um bom motivo para se alegrar e festejar.
Também perdoar e estender a mão.


Época em que o coração de criança pega fogo
De ansiedade pela espera do Papai Noel.
A lanterna mágica que ilumina os corações,
Para que haja muito carinho,
Ternura e esperança no Ano Novo.
Uma festa que não envelhece.
Acreditar que Papai Noel virá
Trazer o presente desejado
Enquanto os sinos tocam nas igrejas
E no próprio coração.
Tempo de se lembrar daquele amigo
Do peito e lhe desejar Boas Festas.
É tempo de mexer nas emoções
Que estão lá no fundinho da nossa memória.
A estação dos ho-ho-hos, de verde e vermelho,
De luzes piscando, de pacotes escorregando,
E peito cantando.
Época de voltar a ser criança.
De olhar pisca-pisca
E sentir o cheiro do Natal.
Tempo de ler nas entrelinhas;
Ler os sentimentos.
Aplaudir de pé a alegria das crianças,
O carinho dos pais e a vida em festa.
Lembrar-se que somos gente.
Gente que acredita e ama;
Que sente e se emociona; que vibra.
Deixar que as lágrimas falem
No lugar das palavras,
Que são emudecidas pela emoção.
Hora de harmonizar,
De estabelece vínculos
E poder ser saudável e feliz.
Momento de brilho e luz.
Momento de lembrar que o homem é livre,
Que tem uma fé infinita
E que deve lutar para a justiça sobreviver,
Tornando o perdão uma coisa sagrada.

Natal é...

Comentários

Assuntos Similares

Mensagens no seu e-mail

Trilha Sonora

Mensagens Relevantes