As noites com poucas nuvens e com a lua no céu à brilhar
Tem sido a testemunha muda da tua ausência ao meu lado,
Não desejo contudo nem pensar em deixar de te amar;
Nem considerar nosso projeto de vida por acabado.
Enquanto a vida nos impuser esta ausência que não desejamos
Tento imaginar como a noite fria faz você sentir saudade,
Pois às vezes é triste pensar que a pessoa que amamos;
Não estará totalmente realizada enquanto não tiver plena felicidade.
Prossigo minha vida sem poder contemplar diariamente teu sorriso
E trago à memória o quanto eu não era feliz antes ter te encontrado,
Agora tento idealizar pra nós a idéia humana do paraíso;
E reconstruir meu futuro sem lembrar das más experiências do passado.
Mas contudo não me ufanarei além daquilo que eu puder realizar
Pois a tua porção de vida somente tu poderás escolher e viver,
Não posso pedir que tudo abandones somente pra me amar;
Nem tenho o direito de talvez fazer você um dia sofrer...
Minhas noites vazias com luas e estrelas vão me acompanhando
Não imagino quando poderás estar no aconchego dos meus braços,
E tentarei pensar o que fazes de teu dia em mim pensando;
Enquanto não pudermos repartir juntos o mesmo pedaço.
E como numa solitária canção que fale sobre amor e paixão
Meus versos te perpetuarão como musa o quanto durar a minha vida,
E no espaço geográfico deste meu tão grande (pequeno) coração;
Te imaginarei pra mim voltando, sem ter que pensar em partida...

Noites vazias, esperança futura...

Comentários

Mensagens Relevantes