Um dia me perguntaram
Qual o sentido do natal
E olhando para todos
Notei que era apenas
Festas e presentes
Fiquei triste e pensei
Naqueles que não estavam
Como eu naquele momento
Que estavam longe de suas famílias
Que não tinham mesas fartas
Eu revelei meus pensamentos
Mas então me fizeram calar
Achei estranho
Pois natal é sentimento
Um momento para se perdoar
Para esquecer o que nos feriu
E seguir adiante de alguma maneira
Fiquei triste com tal reprimenda
Mas tentei compreender
Afinal, todos estavam sorrindo
E sem tempo para pensar
No que acontecia ao nosso redor
E, talvez esquecer
Seria melhor
Mas, me recolhi e dobrei meus joelhos
Rezei para Deus no natal
Que é marco do nascimento de seu filho
E pedi para que Ele não se esquecesse
De tantos outros filhos que não tinham
Bem o que comemorar
Muitas vezes, as pessoas esquecem
Que estarmos vivos é um motivo para se alegrar
E, naquele momento, no silêncio de meu quarto
Senti algo nas profundezas de meu coração
Uma paz que nunca havia sentido
Em nenhuma outra ocasião
Então, desci as escadas e sentei
Com a minha multidão
Estava feliz, por ter sentido a razão
E senti meu coração, cantando alegremente
Com os sorriso que via
De minha pouca gente
Naquele momento, todos estavam em paz
Vivendo e esquecendo tudo que havia passado
Depois dos presentes trocados
A alegria ainda reinava
E foi neste momento que percebi
Que todos ali, haviam esquecido
O mal que lhes rondava a todo tempo
Todos estavam ali, juntos em mais um natal
Amanhã talvez eles voltariam a discutir
Mas naquele único momento,
Todos compartilhavam um único sorrir
Talvez o sentido do natal
Seja a união, não uma duradoura
Mas acredito, que um dia
Iremos aprender a manter
A chama acesa, até a luz dos olhos escurecer.

O sentido do Natal

Comentários

Assuntos Similares

Mensagens no seu e-mail

Trilha Sonora

Mensagens Relevantes