Por alguns instantes
Aposento meu corpo
sobre a poltrona da sala
e começo a navegar...

junto com minha mente, levo minha alma;
vou com calma,
pois não há motivos
para me apressar...

com pensamentos longe
onde vivem os monges...
lembro-me daquela criança
que é a esperança, de um dia melhor...

pela qual devíamos criar e educar
ao invés de desprezar,
e no mundo do crime
saber que ela jamais
irá se agarrar...

Pensamentos Longes

Comentários

Mensagens Relevantes