No abraço sufocado
Que seus braços calorosamente quentes me seguram
Meu corpo que agora estremece
É um estranho frenesi dentro de mim
E um beijo perfeitamente delirante
Faz com que meus pés já não toquem o chão
Você me leva para o infinito junto das estrelas
Esbarramos nas poeiras do espaço
Brincamos junto das estrelas
Que nos fazem cócegas
Fazendo-nos ter frouxos de risos
Cometas contam histórias de planetas distantes
Marte e Venus nos convidam para uma dança
Dançamos, cantamos e dormimos nos anéis de Saturno
Plutão nos acorda
Júpiter oferece um belíssimo café da manha
Um beijo de Urano
Um breve pique esconde com Netuno e Mercúrio
O Sol magnífico nos diz bom dia
A Terra nos chama de volta só pra ela
Abro levemente meus olhos
Você sorri
E eu percebo o quanto é bom te amar.


Autoria: Carine Ueda

Perto Das Estrelas

Comentários

Mensagens Relevantes