A lua está escondida
Dos meus olhos sedentos
E a vida perdida
Que vaga em busca de alimento.
Eu tenho sonhos
E neles encontro a paz
E tudo parece claro
E a mentira se desfaz.
Meu coração é um rio
De sangue que desce pelo meu corpo
Rasga minha pele e me transforma em dois
Tornando a primavera em eterno frio.
Eu lhe pergunto
Quando você ira realmente chegar?
Simplesmente para me salvar
Você acha que ainda vai demorar...
Para o meu sol realmente brilhar?
Os dias são tão escuros sem você
E como nunca apareceu
Eles foram tão negros
Mas como posso diferenciar
A escuridão da luz
Sendo que esta cruz
Sempre esteve em minhas costas?
Quando o sol vai brilhar?
E estas lágrimas secar
Para que subam para minhas altitudes
E desçam novamente com sua felicidade
E escorra pelas cavidades
Dos anos que se passaram pelo meu rosto
E mesmo que sinta o gosto do amargo
E mesmo que o espaço não seja largo
Esta estrada irei seguir
Pois chega um momento que temos que decidir
E a todos os seus
Aos antigos sonhos... resta apenas o adeus?
Então, salve-me de mim mesmo
Do mundo que cresce e me sufoca
Eu não posso ver o sol,
Mas sei que existe uma luz brilhando agora
Em algum lugar, lá fora.
Por favor, salve-me.

Salve-me

Comentários

Mensagens no seu e-mail

Trilha Sonora

Mensagens Relevantes