Sinto sua falta, todos os dias
Não posso olhar nenhum sorriso
Que fico imaginando
Como estaria o seu...
Faz muito tempo que não nos vemos
Mesmo assim, o amor não deixou de crescer
Sei que poderá me chamar de covarde
Mas espero que entenda de alguma maneira.
Você não está por perto,
E, pode parecer loucura
Às vezes acho certo
Talvez esteja melhor agora
Me acostumei com sua ausência
Com a companhia dos pensamentos
De todas as palavras que não disse
Todos esses sentimentos...
Não estou te vendo crescer
Mas quem sabe um dia
Poderei ver o homem que se tornou
E olhar em seus olhos
E perceber que aquela minha criança
Ainda está lá, mesmo não compreendendo
Mesmo não entendendo
Mesmo não me querendo, vou sorrir
Pois sei que terei que arcar com minha responsabilidade
Mas espero ter feito o melhor, de verdade
E que cresça, onde quer que esteja
Sempre para ser uma pessoa melhor
E mesmo ausente, distante de mim
Trago sua voz e seu semblante no coração
E que jamais, jamais te esquecerei
E, se por ventura nunca mais te ver
Saiba que meu último suspiro
Será para seu nome dizer
E para agradecer a Deus
Por finalmente acabar com a saudade que sempre terei de você.

Saudades do filho ausente

Comentários

Mensagens no seu e-mail

Trilha Sonora

Mensagens Relevantes