Serei eu poeta?

Não sei se o sou...

Só sei que escrevo,

escrevo de dia, de noite,

na madrugada...

Acordo para o fazer.

Escrevo para soltar aquela

sempre tão presa,

rédeas curtas dentro de mim...

Escrevo sempre , em guardanapos

pedaços de papel rasgados,

por todo lado versejo.

Com rimas, sem rimas,

sem regras nem metros...

Agora, se sou poeta?

Sinceramente , eu não sei...

Ser Poeta

Comentários

Poesias Relevantes