Teu nome foi um sonho do passado,
foi um murmurio eterno em meus ouvidos.
Foi som de uma harpa que embalou-me a vida,
foi um sorriso d´alma entre gemidos!

Teu nome foi um éco de soluções,
entre as minhas canções, entre os meus prantos,
foi tudo que eu amei, que eu resumia.
Dores... prazer... ventura... amor...encantos!

Escreve-o nos troncos de arvoredo,
nas alvas praias, onde bate o mar,
das estrelas fiz letras, soletrei-o,
por noite bela, ao morbido luar!

Escrevi-o nos prados verdejantes,
com as folhas da rosa ou de açucena!
Oh! quantas vezes na asa perfumada
correu das brisas em manhã serena!

Mas na estrela morreu, caiu nos troncos.
Nas praias se apagou, murchou nas flores,
só guardado ficou-me, aqui, no peito,
saudade ou maldição dos teus amores.

Teu Nome

Comentários

Mensagens Relevantes