Quem dera tudo fosse simples,
Se mandássemos em nosso coração
mas parece que sentimentos
E amor andam lado a lado
Em vias de contra-mão
Tudo é simples quando visto de fora
Quando não está na pele
daquele que observa o mundo
de uma outra plataforma
A verdade é que não somos
na verdade o que queremos ser
Somos apenas ventos
Em novas manhãs de amanhecer
Eis a questão
Me diz o que faria seu coração
Eu estou propenso à aceitar
Alguma palavra que possa me salvar
De dois caminhos que devo percorrer
E que não sei, no que poderei ver
Em cada um, uma nova história
Uma nova trajetória
mas não é tão fácil saber para onde ir
Ainda mais quando temos a dúvida
Do que pode estar por vir
E não ache que sairei ilesa
Pois no meu peito, jaz uma guerra
Tenho consciência do saber que acontece
Mas parece que luz não aparece
E meu coração, segue outro rumo
Enquanto a razão, tenta de maneira fria
Encontrar a solução...
Entre dois amores, que podem me levar
Para qualquer lugar, não sei...
Qual deles realmente poderia tranquilamente navegar...
Ainda penso...

Uma guerra dentro do meu peito

Comentários

Mensagens Relevantes