Qual o porque desta tristeza?

Porque minh'alma está tão quieta?

será o anjo triste daquele poeta?

Procuro meu rumo.

Já está traçado...

Quero fugir do que foi colocado,

como um script irreversível

aqui na terra.

Não gosto do texto,

não quero o enrêdo.

O que era doce, tornou-se azêdo.

Mas como gado, na fila do abate,

caminho com medo.

Ninguém prá me dar a mão.

Olhos embaçados

fixos no fim da fila

aonde me espera ainda mais solidão...

Vem de repente um anjo triste perto de mim...

Comentários

Mensagens no seu e-mail

Trilha Sonora

Mensagens Relevantes