O amor não se explica

Não sei o que dizer sobre o amor... as palavras não vem, me esforço, mas, simplesmente não consigo... Quem me dera poder explicar o amor e, por que precisamos tanto dele para nos sentir bem com nós mesmos... Talvez esse seja o maior erro de todos, esperarmos por algo para nos fazer bem... Não estou dizendo que o amor não faz bem, ele faz, e como... Ele tem a capacidade de tornar o dia mais nublado em digno de ser vivido, tem o poder de trazer o horizonte possível para perto da gente... E, por ele ser tão bonito, não se explica...
Acho que o amor não deve ser explicado, deve ser sentido, desejado e compreendido, pois nem todos nascem para ficar, alguns, (e não direi infelizmente) pois só existem para nos ensinar e nos preparar para algum que seja definitivo... Algumas pessoas tem a sorte de encontrar o único amor em sua vida e, mesmo assim acabam ficando com a curiosidade de um outro amor, contudo, acreditem, o amor possui suas variações, mas somente o que veio pra ficar fica, e se encontrou alguém assim, tente olhar para o que há de bom.
É cheio de altos e baixos, pois precisamos aprender a aproveitar os altos e também a escalar os baixos, nada nesta vida sem luta é digna de ser gozada, alguns prêmios só chegam depois de muita insistência e luta, às vezes, ou melhor, sempre temos que nos mostrar dignos do que pretendemos ter e, nada vem de graça, tudo tem o seu preço, o seu esforço e sacrifício, claro, no caso do amor, não seria sacrifício, mas sim, entrega e compreensão.
Por isso, eu lhe digo, para continuar acreditando no amor, mesmo tendo mordido apenas frutas azedas e estragas até agora, talvez, um dia você perceba que não foram em vão, tudo que é vivido é para ser aprendido, portanto, utilize seus erros da melhor maneira possível, tente não repeti-los e, se este inevitável acidente acontecer, pense em você, pois para seu amor vencer, ele depende exclusivamente de você, não podemos amar uma outra pessoa, quando não temos certeza do sentimento.
Apenas, não se esqueça que o que passou, serve apenas de lição e não para recordação, o que passou, já foi e o que vem daqui por diante é o que definirá, se iremos sorrir ou não, afinal de contas, quem pode caminhar para frente olhando e revivendo o que ficou para trás, o que é o mais importante... O que se desconhece ou o que já não existe? Chega um momento na vida do ser humano que ele precisa se desprender e tentar aprender...
Que é no amanhã que se encontra a ideia de felicidade, digo ideia, pois a felicidade nada mais é que momentos intercalados na loucura do dia a dia, entre o stress do trabalho, entre as variações hormonais, infernos astrais e tudo mais que nos influencia, pois, basta estar vivo para receber energias de todos os lados, e é por isso que o amor não se explica, pois precisamos dele como nosso porto seguro, para termos um lugar de calmaria depois de tantas tempestades...
O amor não se explica, não tente compreendê-lo, não perca seu tempo, deixe isso para os pensadores que não amam, mas que tentam compreender sem sentir, apenas viva e deixe-se levar, pois não sabemos, no final das contas, qual deles nos levará para o altar... Apenas ame sem tentar entender e não se esqueça que o outro é igual a você, por isso, tente amar da melhor maneira possível, com seu coração e com sinceridade.
Pois o amor não nasceu para ser explicado, mas sim para ser sentido, esperado e almejado...





+ Mensagens: amor  cresceu  sentido 

Autor(a) da mensagem: Adriano Villa - Mensagem lida 6269 vezes.

Categoria dessa mensagem: Mensagens de Amor

Provérbio Chinês
Se você quer um ano de prosperidade, cultive trigo. Se você quer dez anos de prosperidade, cultive árvores. Se você quer cem anos de prosperidade, cultive pessoas.





Ouvindo agora: Brian McKnight - Back at One
 



Envie a mensagem "O amor não se explica" para alguém especial!













 
Parte do conteúdo do site é retirado da internet e/ou enviado por leitores.
Caso algum texto infrinja direitos autorais entre em contato que adicionaremos crédito ou retiraremos a mensagem.
© 2007-2014 PaixaoeAmor.com - Todos direitos reservados