Que vida é essa
Que me leva
De um lado para o outro?
Eu queria encontrar meu tesouro
Mas tudo que vejo
São apenas provas
Será eu o eterno lutador?
Isso não faz parte do desejo.
Eu queria um pouco de paz
Que tudo que um dia sonhei
Não fosse em vão
E que não demorasse tanto
Diamante tornar-se carvão.
Eu queria estar na brisa
Ser uma folha de outono
Uma página virada para o inverno
Não me pergunte como
Eu só queria algo fraterno!
Agora, eu preciso de uma mão
Mesmo que seja apenas por um instante
Acenda essa luz para mim
Quero ver se tudo isso terá um fim
Os dias são negros
As noites são claras
Meus olhos estão cansados
e tudo que gostaria de ter
era algo para você ver
que preciso de muito mais
será que estou aqui simplesmente
para servir de limpador de solas de sapato?
Será que, aquele que falava
E todos escutava
Se perdeu em um mundo de faz de conta
Onde aquele sentimento vitorioso
É na verdade meu conto de fadas
O que você me conta?
Será que terei um fim
Ao menos glorioso?

Veja mais cartas relacionadas:
SonhosEmoção

Na Brisa

Comentários

Cartas Relevantes