Rasgue a seda do respeito
Que existe entre meu corpo e o seu
Agora, deixe tudo de lado
Tudo acabou lá fora
Tudo que quero é entregar
O que tenho de mais raro
Abra seus braços
Neles eu vou me aninhar
Quero sentir teus lábios
Tua loucura, aumentar
Queria sentir tua pele fria
Com a minha esquentar
Não diga nada
Não precisamos de razão
Deixe-a de lado
Vamos tocar fogo no coração
Sem pensar no amanhã
Pois não existira um amanhã
Apenas um momento
Que devemos nos dar por completo
Deixe o sentimento livre
Ele quer passar e dominar
O que é dele por direito
Nenhum caminho se cruza por acaso
E estamos aqui, nesta encruzilhada
De onde você? Para onde você vai?
Não importa, agora temos que ir para o mesmo lugar
Para as estrelas que brilham no céu
Para o sol que aquece todo espaço
Para lua, inspiradora dos enamorados
É hora de acabar com o espaço vago entre nossas bocas
Acabe com esse vazio
Deixe-me beija-la, acender o pavio
Levantar um vôo altíssimo para o desconhecido
Sem peitos feridos
Com corpos interligados e amarrados pelo desejo
Que arde na alma
Que clama o eterno momento
Do mais nobre sentimento
Encontrando tarde demais
Venha... O mundo nos inspira a bondade
Mas não é isso que ele nos dá,
Não é verdade?
Então, não me deixe esperando
Pois quero descer pelas tuas curvas e me entregar as nossas loucuras.

Pelas tuas curvas

Comentários

Mensagens Relevantes