Às vezes me sinto só em meio a multidão

Buscando em cada rosto um novo sorriso

Mas todos olham para outros lugares

E poucos estão interessados na verdade...

Na verdade, que no final das contas

Todos nós trazemos um pouco de solidão

Pois é impossível encontrar a felicidade

Que buscamos todo tempo...

É uma ficção e, no final das contas, todas as pessoas

Acabam falhando em determinado ponto

E o que nos resta é apenas a triste convicção

De que precisamos de um pouco mais de fé no coração.

Mas agora, estou sozinho, sem ninguém para falar

Os pensamentos voam alto, procuram qualquer coisa

Para poderemos em minha alma se segurar

Mas o sorriso se perdeu, como a própria razão.

E agora, a solidão me consome, pois, o silêncio

Parece grades de uma prisão, por mais que eu grite

Ninguém parece se importar com as coisas que digo

E agora... e agora... e agora...o nada...

Vou mergulhando em pensamentos, adentrando a escuridão do poço

Buscando uma alma em algum lugar da imensidão de minhas falhas

Procurando alguma razão para redescobrir a fé em um sorriso

Que se perdeu na escuridão deste quarto escuro.

Veja mais mensagens relacionadas:
Tristeza

Sozinho em meio à multidão

Comentários

Mensagens Relevantes