Quando os meus dias
Amanhecem negros
E a esperança se perde
No breu de minha angustia
Eu penso que você
Pode estar me esperando por ai
Então, reúno minhas forças
E saio pelas ruas
Pois teu sorriso pode fazer nasceu meu sol.
E quando minha esperança se perde
O dia dando espaço para noite se aproximar
E sozinho me encontro
Sentado ao lado de uma lata de lixo
Em um beco qualquer desce mundo sem razão
Eu penso em você
E acho que viver talvez não seja em vão
Pode parecer loucura
Mas até mesmo a loucura existe um padrão
E você sabe que os espinhos podem furar a alma
Mas, se eu sorrir ao menos uma vez
Eu sei que poderei suportar qualquer dor
Porque, por onde você for
Verá o brilho dos meus olhos
Pois são olhos sinceros
Vendados durante anos
Escondidos e perdidos
Que aguardavam somente você
Para encontrar
Agora, por favor
Vá, parta para longe
Siga em frente
Pois eu preciso seguir seu rastro
Para chegar em outro dia
Em uma nova esperança
De que essa tempestade ira passar
E em seus braços poderei descansar.
Então, siga em frente
Não olhe para traz
Pois assim não conseguiras caminhar
O que me impulsiona
E o calor de seus lábios de criança
E em seus braços onde repousa a esperança
De um dia encontrar tudo que procuro.

Veja mais cartas relacionadas:
EsperançaAngustia

Você a frente

Comentários

Cartas Relevantes