Eroticas para amantes

Nessa página você irá se emocionar lendo mensagens sobre Eroticas para amantes.
Certamente esses recados irão tocar seu coração!
Seus sentimentos irão aflorar com essas mensagens.
Um pouco de otimismo, esperança e romantismo, todos temos de ter.
Nessa página existem um total de 5 pensamentos referentes a Eroticas para amantes.

Anúncios


Amor

Quero te amar em cada momento
Seja na chegada ou na partida
Quero te amar porque amando você amo a mim mesma
Porque aprendi a te amar tanto...
Que não mais te amar seria como tirar a vida
Sugar a energia que me mantém firme
Te amo embora você esteja longe de meus olhos
Mesmo não sabendo, eu te amo
Porque você fez diferença
Marcou presença
você não foi apenas uma página virada de um diário
Nem uma parte da história que logo se esquece
você foi e continua sendo parte de mim
Em meu ser está você
Em cada palavra dita a saudade...
Por que nem sempre podemos prever o futuro
E mesmo distante sinto que você sente o mesmo
Saudades ....
Angela Lopes


Citações de Amor

- O amor é a comprovação da existência da alma. Pense bem: a gente come com a boca, vê com os olhos, ouve com os ouvidos... mas com que parte de nós a gente sente amor? Só pode ser com a alma...

- Num ambiente onde não existe amor, os melhores instintos do homem não conseguem se aflorar completamente e somente com o exercício do amor conseguiremos neutralizar os baixos instintos.

- Por que te amo?... Te amo porque te amo, te amo de amar sem fim, te amo porque te amo... É isso: simples assim!

- Se amar é sofrer... stress e flagelo...
Hão de preferir nossos corações
O fascínio eterno de um doce libelo
A um destino insosso, pobre de emoções...

- O egoísmo é o maior dos empecilhos na vivência do amor.

- Se pelo romantismo vale o amor... pelo amor vale a vida!

- Numa relação a dois, romantismo e amor se completam... o romantismo é o tempero do amor a dois. Às vezes, apresenta-se mais picante, outras vezes mais suave, mas de qualquer forma é absolutamente delicioso!
Oriza Martins


Hoje você é só meu

Meu querido,

sabe o que eu queria fazer no dia dos namorados? Adivinha? Se você responder qualquer coisa, menos que é namorar contigo, sorry, você errou!
Pois tudo o que eu quero neste dia 12 de junho é te encher de carinhos, abraços, beijinhos. Te fazer massagem, te empanturrar de chás e biscoitinhos. Fazer você deitar no sofá e assistir a um filme bem legal na TV, agarradinha contigo...
Gostou, né?
E sabe o que mais que eu quero, o que eu quero em troca? Que você faça o mesmo comigo. Que você de repente diga assim: "- querida, quer que eu vá até a sorveteria comprar um sorvete de crocante com calda de chocolate pra você?" - ou então, que você vá atender a porta para receber aquelas flores que você mesmo mandou para mim, que tal?
Então, meu querido, acho que já deu pra você entender: dia 12 de junho é o nosso dia, falou? Eu farei tudo que o mestre mandar e você, por sua vez, tal qual um cavalheiro, fará tudo o que eu pedir. E sem mau-humor, hein?
Deixando a brincadeira de lado, mesmo porque isso NÃO É BRINCADEIRA, tudo o que eu quero é dar e receber atenção. Esqueça as flores, eu não estou pedindo presentes, mas não esqueça o resto, porque o resto sou EU: alguém que gosta e cuida de você melhor do que cuida a si própria.
Não se esqueça de que o dia dos namorados é o nosso dia, e que eu quero tudo o que eu tenho direito.

Um beijo!
Desconhecido


Namorados, amantes ou ficantes apaixonados!!!!

Não deveria se chamar amor
O amor que eu te tenho é um afeto tão novo
Que não deveria se chamar amor
De tão irreconhecível, tão desconhecido
Que não deveria se chamar amor

Poderia se chamar nuvem
Porque muda de formato a cada instante
Poderia se chamar tempo
Porque parece um filme a que nunca assisti antes
Poderia se chamar labirinto
Porque sei que não conseguirei escapulir
Poderia se chamar aurora
Pois vejo um novo dia que está por vir

Poderia se chamar abismo
Pois é certo que ele não tem fim
Poderia se chamar horizonte
Que parece linha reta, mas sei que não é assim

O amor que eu te tenho é um afeto tão novo
Que não deveria se chamar amor
De tão irreconhecível, tão desconhecido
Que não deveria se chamar amor

Poderia se chamar primeiro beijo
Porque não lembro mais do meu passado
Poderia se chamar último adeus
Porque meu antigo futuro foi abandonado
Poderia se chamar universo
Porque sei que não o conhecerei por inteiro

Poderia se chamar palavra louca
Que na verdade quer dizer aventureiro
E poderia se chamar silêncio
Porque minha dor é calada e meu desejo é mudo

E poderia simplesmente não se chamar
Para não significar nada e dar sentido a tudo

Declare seu amor sempre!
Paulinho Moska


Pena que sua voz é baixinha

Se meu coração falasse
Certamente cantaria doces canções exaltando os casais
Conversaria em linguagem própria com os animais
Diria versos às flores
Faria dueto com as águas do rio a correr
Diria carinhos ao Sol e às Três Marias
Se precisasse da escrita para se comunicar
Escreveria colorido
Talvez em vermelho paixão
Ou em prata que pegaria das noites de luar

E quem disse que ele não arranjou um jeito de falar?
Diz amo você com meu olhar
Entoa ternuras quando me ponho a cantar
Reveste-me de verdade crua quando estou a poetar
Pena que sua voz é baixinha
E nem todos podem ouvi-lo!
Só os amantes possuem o poder de escutar
A doce e meiga voz do coração…
Privilégio dos amantes, então…

Magda Almodóvar


Curta Nossa Fanpage

Siga a gente no G+

Mensagens no seu e-mail

Últimas Mensagens Cadastradas